image


28 de Agosto

Vítima de explosão em condomínio apresenta quadro grave

O homem é a vítima mais grave da explosão em um dos apartamentos do condomínio Verona, na Zona Norte de Manaus
image Crédito: Divulgação
Há 2 semanas

José Alberto de Sena, de 42 anos, segue internado no HPS 28 de Agosto, em Manaus. O homem é a vítima mais grave da explosão em um dos apartamentos do condomínio Verona, na Zona Norte de Manaus, na noite da última quarta 24.

Segundo nota da Secretaria de Estado da Saúde (SES), o paciente chegou com queimaduras em 80% do corpo e está no Centro de Tratamento de Queimados (CTQ) recebendo cuidados da equipe médica e de enfermagem da unidade.

No entanto, o quadro de José pode ter se agravado nas últimas horas. Segundo uma fonte do Portal Norte de Notícias, a vítima apresenta estado grave, com cerca de 95% do corpo queimado.

Além dele, outras cinco vítimas foram atingidas pela explosão, sendo quatro crianças e uma mulher. Jéssika Santos Carvalho, 26 anos, foi atendida e, como apresentou ferimentos leves, não foi a uma unidade hospitalar. As crianças seguem internadas em hospitais de Manaus, uma delas em Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

Entenda

Na noite desta quarta-feira, 24, um apartamento do Condomínio Verona ficou destruído após uma explosão.

De acordo com o diretor de Operações da Defesa Civil, major Robson Falcão, a explosão, que destruiu quatro apartamentos e comprometeu outros quatro, teria sido ocasionada pelo vazamento de Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), popularmente conhecido como gás de cozinha.    

Os oito apartamentos foram condenados, não podem ser utilizados. Todo o prédio foi interditado e a área isolada, para evitar qualquer tipo de problema. O Instituto de Perícia Criminalística, da Polícia Civil, foi acionado, para também fazer o seu laudo e liberar o espaço ao condomínio, para que sejam feitas as demolições necessárias, uma vez que o local está em risco de desabamento, por isso foi interditado”, explicou o major.

image