image


Covid-19

Primeiro paciente transferido do Amazonas é recebido com homenagem de torcedores

Messias Oliveira foi recebido no aeroporto por familiares vestindo camisas simbolizando time de futebol
image Crédito: Arthur Castro/Secom
Há 3 semanas

Recuperado, o primeiro paciente transferido do Amazonas para atendimento contra a Covid-19 em outro estado retornou a Manaus em grande estilo na noite desta quarta-feira (24). Messias Oliveira, de 62 anos, estava internado no Piauí desde o dia 16 de janeiro. Ele foi recebido com homenagem de "torcedores" no saguão do Aeroporto Internacional Eduardo Gomes, zona oeste.

 

Além de Messias, outra paciente, Sandra Lima, 61, também desembarcou na capital. Os dois estavam internados no Hospital Universitário do Piauí, em Teresina. O avião pousou em Manaus por volta das 22h40 de ontem com os dois pacientes curados da doença.

 

Messias foi o primeiro paciente do Amazonas a ser encaminhado para outro estado. A missão conjunta do Governo do Amazonas e Governo Federal iniciou no dia 15 de janeiro. Messias embarcou neste primeiro voo e passou cerca de 40 dias hospitalizado até receber alta médica para retornar à capital. O momento não podia passar em branco: ele foi recebido por um grupo de familiares que, caracterizados com camisetas lembrando o time do Flamengo, também aguardavam ansiosos a recuperação de Messias.

 

“Realmente eu fui o primeiro, dia 16 de janeiro, e hoje estou retornando. De antemão eu quero agradecer ao governador do Estado do Amazonas, que me deu essa oportunidade. Eu fico muito grato, e peço a Deus que ilumine para que ele faça um bom trabalho nesse momento tão difícil”.

 

No aeroporto, Messias também agradeceu o empenho das equipes do outro estado. “Quero também agradecer à universidade lá, que deu o maior apoio, Universidade Federal do Piauí, que deu um apoio imenso. Fui bem recebido, não só eu, mas todos os amigos que estiveram por lá. São pessoas de bom coração que realmente arregaçam as mangas para a gente fazer o tratamento. São verdadeiros anjos da vida”, afirmou.

 

Quem também agradeceu foi Sandra Lima, a segunda paciente recuperada. Emocionada, ela relata o sentimento de ter perdido o marido e a filha para a doença, porém nutre a expectativa de dias melhores para ela, uma sobrevivente.

 

“Primeiramente eu quero agradecer a Deus pela oportunidade de vida. Muito agradecida pela parceria Manaus com Piauí. Então, isso foi muito importante. Quando cheguei lá no Piauí eu precisava de 100% de oxigênio, eu não tinha mais condições, e perdi meu marido, perdi uma filha, mas eu venci. Eu venci!”.

image