Nacional

ACRE

PPP vai transformar frigorífico em empresa de processamento de frutos

Projeto de frigorífico de peixes em Cruzeiro do Sul não saiu do papel e estrutura agora será usada por empresa privada


Da redação / Ascom
20/11/2020 às 13h10min

- Foto: Reprodução


Com projeto entregue em 2012 e obras iniciadas em 2013, o frigorífico de peixes de Cruzeiro do Sul, no Acre, bem na fronteira com o Amazonas, prometia ser uma importante fonte de recursos e de geração de empregos para a população da cidade. Contudo, por problemas administrativos, a obra, avaliada em quase R$8 milhões, não foi concluída.

O governo do Acre procurava, desde 2019, parceiros da iniciativa privada para encontrar uma nova destinação para o empreendimento. A Norte Hortifruti Indústria e Comércio de Frutas, em parceria com investidores e produtores, e com o aval do Estado, planeja produzir no local o processamento de polpas de buriti, açaí, graviola e manga, e extração de óleos fixos de buriti e açaí, atividades que já realiza na cidade de Mâncio Lima. A ação é um sonho antigo do governador Gladson Cameli, que, por meio da Secretaria de Indústria, Ciência e Tecnologia do Acre (Seict), está próximo de ser realizado.A empresa privada também atua no processamento da macaxeira (crua, pré-cozida, purê e petisco), com matéria-prima vinda da Coopervale, que tem mais de 700 cooperados originários da agricultura familiar e extrativista.

O processo será realizado por meio de concessão do direito real de uso da estrutura física referente ao imóvel, localizado em Cruzeiro do Sul , que inicialmente teria a finalidade de ser um frigorífico de processamento de peixes. A expectativa é a criação de centenas de empregos, com pelo menos 500 famílias sendo beneficiadas diretamente pelo novo empreendimento.

A Norte Hortifruti apresenta o diferencial de já possuir negócio próprio em um município próximo do frigorífico, e planeja ter no local uma nova área para ampliação da planta industrial, bem como uma área maior para armazenagem de matéria-prima e produtos acabados.

Comentários