image


Enchente

Mesmo em estado de calamidade, vacinação em Boca do Acre é mantida

Até o momento, foram vacinadas no município 1.328 pessoas, o que corresponde a 41,9% do público prioritário
image Crédito: Prefeitura de Boca do Acre
Há 3 semanas

Mesmo em estado de calamidade pública, o município de Boca do Acre (1.028 quilômetros de distância de Manaus) não interrompeu a vacinação da população contar a Covid-19. As informações são do prefeito Zeca Cruz (PP).

O município vem sofrendo com a cheia dos rios Acre e Purus a cota do rio está em 20,29 metros, com nível de transbordamento total.

A enchente já afetou mais de 6 mil pessoas e o Enem foi cancelado no município. E tudo isso ocorre em meio a uma das maiores crises na saúde, a pandemia da Covid-19.

“Mesmos nas unidades alagadas, a gente está mantendo as salas de vacinação, porque ainda não foi totalmente tomada. Talvez a partir de amanhã a gente comece a interromper nesses locais, mas a vacinação será realizada na UBS Fluvial que nós instalamos na área alagada”, informou o prefeito.

Vacinação

Até o momento em Boca do Acre, 1.328 pessoas foram vacinadas, o que corresponde a 41,9% do público prioritário desta primeira etapa. Foram vacinados:

- 348 profissionais da área de saúde;

- 563 idosos;

- 411 indígenas;

- 6 acamados.

Covid-19

Segundo o boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS) Boca do Acre soma 2.259 casos da doença confirmados e 19 óbitos desde o início da pandemia. Apenas uma pessoa segue internada.

image