Amazonas

Covid-19

Mais seis pacientes retornam ao Amazonas, após tratamento em outros estados

Cinco deles voltaram de João Pessoa (PB) e um chegou de Vitória (ES). Ao todo, 236 pessoas retornaram a capital recuperadas


Da redação / Secom
18/02/2021 às 10h35min

- Foto: Djalma Júnior/ Secom


Um total de seis pacientes retornaram ao Amazonas recuperados da doença, na madrugada desta quinta-feira (18) O grupo viajou com o auxílio do Governo do Amazonas, para concluir o tratamento em outros estados brasileiros

Toda logística preparada para receber os pacientes envolve técnicos do Fundo de Promoção Social e Erradicação da Pobreza (FPS), além de servidores da Casa Militar do Governo do Amazonas, que disponibilizam veículos para levar os pacientes as suas residências. 

Os cinco primeiros pacientes chegaram em voo comercial da Azul Linhas Aéreas, que pousou no Aeroporto Internacional Eduardo Gomes por volta de 0h50.

 

A assistente social Mara Núbia de Almeida destacou o atendimento recebido na Paraíba e a importância da ação do Governo do Amazonas para salvar vidas.

 

“Foi maravilhoso o nosso acolhimento, a nossa chegada desde o aeroporto, toda uma equipe preparada de médicos, enfermeiros, toda uma equipe preparada. A recepção foi maravilhosa, um gesto de muito amor e solidariedade. Eu acho que essa intervenção ajudou muito, foi importantíssimo para a recuperação de muitos. Eu sou uma delas e sou muito grata”, comentou.

 

Também recuperado, o advogado Geraldo Júnior se apoiou na fé para superar os momentos difíceis, enquanto esteve doente.

“Você se distancia de família, de amigos, de mulher, de todas as pessoas que lhe apoiam. Então a gente tem que se apegar à fé, a Deus, a amigos, companheiros de quarto. Graças a Deus voltamos com sorriso no rosto, felizes por estar de volta à nossa terrinha, graças a Deus curados”, comemorou.

 

O segundo voo, da Gol Linhas Aéreas, trouxe de volta Aluízio Dias Ramos. “Fiquei bem ruim, com 85% do pulmão afetados. Passei 22 dias no Espírito Santo. Agradeço muito ao Governo daqui e do Espírito Santo também, os médicos, enfermeiros. Fui bem recebido lá, bem tratado”, observou Aluízio.

 

Comentários