Esportes

Brasileirão

Internacional e Flamengo fazem hoje a 'final' no Maracanã

Se o Colorado vencer, leva a taça de campeão Brasileiro. Já o Rubro-Negro, pela primeira vez, terminaria uma rodada na liderança.


Da Redação / Agência Brasil
21/02/2021 às 10h54min

- Foto: Divulgação


Decisão é a palavra que resume o confronto entre o líder Internacional (com 69 pontos) e o vice Flamengo (com 68) no Maracanã neste domingo, 21, a partir das 15h (horário de Manaus). Se o Colorado vencer, leva a taça de campeão Brasileiro, feito que não atinge há 41 anos (desde 1979). Já o Rubro-Negro, pela primeira vez, terminaria uma rodada na liderança da competição.

Apenas um ponto separa as duas equipes na tabela. Aproveitamentos tão parecidos foram conquistados de formas diferentes. De um lado, os gaúchos têm a melhor defesa do campeonato, com 33 gols sofridos. Do outro, os cariocas possuem o ataque mais eficiente, tendo balançado a rede dos adversários em 65 oportunidades. Os números mostram estratégias distintas adotadas pelos treinadores Abel Braga, do Internacional, e Rogério Ceni, do Flamengo.

Abel e Ceni assumiram o comando de suas equipes no decorrer do Brasileirão, respectivamente nas vagas deixadas pelo argentino Eduardo Coudet e pelo espanhol Domènec Torrent. Além disso, tiveram que lidar com eliminações dolorosas nas quartas de final da Copa do Brasil e nas oitavas de final da Libertadores. No Brasileirão, um deles tem a oportunidade de dar a volta por cima.

A confiança da vitória passa muito pelos pés de quatro jogadores. Pelo lado dos rubro-negros, os atacantes Gabriel e Pedro fizeram 26 dos 65 gols do time no Brasileirão. Já os gaúchos viram o artilheiro Thiago Galhardo e Yuri Alberto marcarem 27 dos 60 gols da equipe. As duplas foram responsáveis por mais de um terço dos gols marcados por suas equipes. Além disso, o jogo aéreo é fundamento a ser explorado.

Colorado foi o time que melhor utilizou esta arma, tendo feito 18 gols. Os cariocas vêm na sequência, com 15. Por outro lado, a bola parada não foi produtiva. Ambos os times não balançaram as redes adversárias usando este recurso. Neste domingo saberemos o que acontecerá: se o Saci dará a volta olímpica ou se o Urubu manterá o campeonato em aberto até a última rodada, como fez em 2009, quando levantou a taça.

Comentários