image


Investigação

Inquérito da morte de Manuella Otto será enviado à Justiça nos próximos dias

A mulher trans foi assassinada no dia 13 de fevereiro e o PM Jeremias é apontado como suspeito do crime
image Crédito: Reprodução
Há 3 semanas

O inquérito policial que investiga o  assassinato  da mulher trans Manuella Otto, de 25 anos,  vai ser finalizado e enviado à Justiça nos próximos . A informação é da Polícia Civil, por meio Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS).

Conforme a delegada Bruna Parente, adjunta Especializada, o PM Jeremias da Costa Silva, apontado como autor do homicídio, ainda permanece preso preventivamente no batalhão da Polícia Militar de Manaus. 

"O Inquérito Policial acerca do caso está em andamento, e assim que  finalizado, dentro do prazo legal será encaminhado à Justiça."

Jeremias da Costa Silva foi preso na tarde da última quinta-feira, 18, na sede da DEHS, após o mandado de prisão em nome dele ter sido expedido pelo plantão judicial. A Corregedoria Geral do Sistema de Segurança informa que abriu um Processo Administrativo  Disciplinar (PAD) em desfavor do suspeito.

Manuella Otto foi assassinada na madrugada do dia 13 de fevereiro em um quarto do motel “Minha Pousada”, na avenida Samaúma, no bairro Monte das Oliveiras, Zona Norte de Manaus.

image