Economia

Iniciativa privada

Especialista dá seis dicas para interessados no empreendedorismo

Estratégia e planejamento são a chave para quem quer se dar bem no pós-pandemia, diz Rebeca Toyama


Da redação / Ascom
11/09/2020 às 18h55min

- Foto: Reprodução


A crise do novo coronavírus afetou a forma como as pessoas têm encarado as dificuldades, e ao mesmo tempo reacendeu temas como propósito e sentido de vida, o que para muitos significa empreender. Além disso, a palavra empreendedorismo traz consigo o medo do descontrole e do desconhecido, e para esclarecer alguns pontos importantes, a especialista em estratégia de carreira Rebeca Toyama preparou 6 dicas para mostrar que com propósito, estratégia e metodologia pode ser mais fácil encarar o desafio.  

De acordo com dados do Portal do Empreendedor, do Governo Federal, o número de microempreendedores individuais (MEIs) no país cresceu 10,2% no primeiro semestre de 2020, chegando a mais de 10 milhões de registros. Entre os indicadores que explicam o crescimento, estão o aumento do desemprego e mudanças nas relações de trabalho, além das vantagens que a formalização garante.

Para a especialista, a crise vem trazer uma visão ampla das contradições e conflitos que os profissionais mantinham encobertos e até negavam, como a forma que se conduzia a vida profissional, mas com a chegada da pandemia fez com que as pessoas se relembrassem da responsabilidade com o seu destino, propósito e sentido de vida. Com isso, muitos profissionais se veem na necessidade de ter um negócio próprio, e por muitas vezes, procuram soluções rápidas com atitudes impulsivas e os resultados não surgem como esperado, assim vem a paralisação e medo de continuar no projeto.

Por conta disso,  Rebeca Toyama preparou um passo a passo com seis dicas que levam estratégia e metodologia para aplicar em seu projeto e ter sucesso ao empreender.

1- Trabalhe o autoconhecimento para aprender a focar a mente e o coração em uma única direção. Sabemos que neste momento muitas emoções estão à flor da pele e para agirmos com sabedoria, é necessário não perder a conexão com seu propósito;


2- Identifique 3 negócios que te inspire, independentemente se estão na sua área de interesse, e extraia de cada um deles o máximo de aprendizados divididos em: o que devo fazer e o que não devo fazer;


3- Encontre 2 pessoas que possuam experiência positiva em sua área de interesse, extraia de cada um deles o máximo de aprendizados divididos em: o que funciona e o que não funciona;


4- Transforme os aprendizados em ação e depois dessas experiências acima você estará mais preparado para começar a colocar suas ideias no papel ou aprimorar seu projeto;


5- Agora vem uma parte importante: Apresente seu projeto para 3 pessoas e peça a opinião delas. Cuide para que essas pessoas sejam diferentes para que você receba diferentes opiniões;


6- Aprimore seu projeto e desenvolva a oferta do produto e serviço, monte uma boa apresentação, pois agora chegou a hora de apresentá-lo para 3 possíveis clientes, isto é, pessoas que possuam as características de quem você gostaria de atender.


 

Comentários