image


Eleições presidenciais

Doria e Arthur Neto registram pré-candidatura nas prévias do PSDB à disputa presidencial de 2022

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) deve ter quatro candidatos para concorrer nas prévias
image Crédito: Reprodução - João Doria Arthur Neto registram pré-candidatura
Fonte: Portal Norte de Notícias - Há 4 semanas

O governador de São Paulo, João Doria, e o ex-prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, registraram nesta segunda-feira, 20, suas candidaturas nas prévias do PSDB à disputa presidencial de 2022. 

O Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) deve ter quatro candidatos para concorrer nas prévias.

“É um momento particularmente feliz para mim porque essa é uma luta que venho travando desde 2017, quando sugeri prévias ao então presidente do partido, Geraldo Alckmin, por entender que democracia começa em casa e, portanto, devemos ouvir os nossos filiados e não deixar essa decisão nas mãos de poucos. O PSDB faz história com essa iniciativa que sem dúvida tornará o país mais coeso e forte institucionalmente", disse Arthur Neto.

"É com orgulho, humildade e senso de dever público que registro minha candidatura nas prévias do PSDB à disputa presidencial de 2022. Sou filho da democracia. Meu saudoso pai, João Doria, foi deputado federal, lutou contra a ditadura e foi exilado por 10 anos. Eu mesmo fiquei no exílio por 2 anos com meus Pais. Só quem sofreu com a ditadura militar sabe o que foi esta violência no Brasil", diz João Doria nas primeiras linhas da carta de inscrição.

______________________________________

RELACIONADAS

+ VÍDEO: Arthur Virgílio alfineta Bolsonaro em evento do PSDB em Manaus

+ De olho nas prévias do PSDB, João Doria cumpre agenda em Manaus

+ Por unanimidade, PSDB aprova oposição ao governo Bolsonaro

______________________________________

Na carta, o governador de São Paulo diz que o tempo atual é de retrocesso institucional, democrático, econômico, ambiental, social, político e moral.

"Nossas instituições têm sido atacadas, mas dão provas de independência e coragem ao defenderem o que temos de mais sagrado: Respeito à Constituição, ao Estado Democrático de Direito, com eleições livres, diretas e com voto eletrônico".

No documento, Doria também critica os governos do Partido do Trabalhadores (PT).

"Infelizmente, os anos que se seguiram com os governos de Lula e Dilma representaram a captura do Estado pelo maior esquema de corrupção do qual se tem notícia na história do País. Fazer políticas públicas para os mais pobres não dá direito, a quem quer que seja, de roubar o dinheiro público. Os fins não justificam os meios".

João Doria finaliza sua carta dizendo que acredita no PSDB, "o partido do Plano Real e da Vacina, e acredito no Brasil. No PSDB da vitória. Unidos venceremos a corrupção e a incompetência. Venceremos as trevas e o negacionismo. Vamos juntos unir o Brasil e os brasileiros".

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por João Doria (@jdoriajr)

 

___________________________

ACESSE TAMBÉM

As mais lidas do dia

 
 
 
 
 
 
 
 

Tags
image