image


CPI

Cristiano Carvalho afirma não ter vínculo empregatício com empresa Davati

O depoente informou também que a corporação não tem atuação no Brasil
image Crédito: Senado
Fonte: Da Redação - Há 1 semanas

Ao responder uma das primeiras perguntas em seu depoimento na CPI da Pandemia desta quinta-feira, 15, Cristiano Carvalho informou que não tem vínculo empregatício ou contrato com a Davati. Ele disse que na CPI foi erradamente atribuída a ele a função de CEO da companhia, o que não é verdade. Cristiano informou também que a Davati não tem atuação no Brasil e faz parte de um grupo empresarial que opera em várias áreas nos Estados Unidos. 

A Renan Calheiros (MDB-AL), Cristiano Carvalho esclareceu que a empresa não possui operação no Brasil, apenas nos Estados Unidos, no estado do Texas. Ele acrescentou que a Medical Supply faz parte da Davati Group, que incorpora outros setores, como a construção civil. 

O depoente também afirmou que seu encontro com o ex-diretor de logística do Ministério da Saúde, Roberto Dias, era para tratarem sobre assuntos relativos ao comércio exterior e que o então diretor disse que o governo estava atrás de vacinas, escassas no mercado.  Carvalho então teria informado a Dias as condições da oferta, deixando claro que o pagamento só seria feito quando os imunizantes chegassem ao Brasil. Em depoimento disse ainda que não sabe como o cabo da PM Luiz Dominguetti Pereira teve acesso a Roberto Dias no Ministério da Saúde. 

Representante não tem contrato formal com Davati

O senador Eduardo Braga (MDB-AM) pediu esclarecimentos de Cristiano Carvalho sobre o vínculo empregatício com a Davati. De acordo com o depoente, ele atua como consultor e vendedor, mas sem formalização de contrato. Segundo Cristiano, ele teria poderes limitados para representar a empresa no Brasil por possuir apenas uma carta de representação, sem valor legal no país, por estar em inglês. A afirmação foi contestada pelos senadores Eduardo Braga e Eliziane Gama (Cidadania-MA). Para eles, Carvalho é sim representante oficial da Davati e não apenas um "simples vendedor".

Tags
image