image


Declaração

'Os venezuelanos já comeram até os cachorros', diz Bolsonaro

O presidente visitou casa de venezuelanas e comparou as restrições da pandemia ao governo da Venezuela
image Crédito: Internet
Fonte: Poder 360 - Há 1 semanas

 No último sábado, 10, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e sem máscara foi a uma comunidade perto de Brasília ne visitou uma casa de venezuelanas. Lá, o mandatário disse que “o Brasil não vai virar uma Venezuela, lá parece que nem cachorro na rua têm mais. O que aconteceram com os cachorros? Comeram tudo”. De acordo com ele, até venezuelanos de classe média estão “procurando comida no lixo”.

A visita foi registrada na página de Bolsonaro no Facebook. Para Bolsonaro o regime político da Venezuela, aos poucos, foi tirando “a liberdade” dos cidadãos, ele comparou as restrições impostas por governadores e prefeitos para tentar conter o avanço do coronavírus a situação do país vizinho.

“Vocês estão tendo a experiência no Brasil, um pouco do que é ditadura, com essa política de fica em casa, toque de recolher, não pode ir para praia, não pode fazer mais nada. Não é para salvar vocês. Todos estamos preocupados com vida, mas essa política, no meu entender, é para sufocar a economia e desgraçar o Brasil de vez.”

Os ex-presidentes Luiz Inácio Lula da Silva e Dilma Rousseff, ambos do PT também foram citados no discurso do presidente. “Todo mundo sabe que o Lula fez propaganda para Hugo Chávez, Dilma também fez. Lula sempre defendeu que o regime na Venezuela é muito bom. Mas vocês estão vendo o que está acontecendo aqui”, falou ao apontar as mulheres venezuelanas.

Em dado momento, o presidente entrou na cozinha da casa para mostrar a situação da geladeira das moradoras, que estava sem mantimentos e, por isso, Bolsonaro falou que era um dos mais cheios que viu na região.

Foram feitas duras críticas às restrições mais duras da pandemia e ao governador de São Paulo, João Doria (PSDB). Ele o chamou de “patife” e afirmou que o tucano quer quebrar o Estado, para depois culpar o governo federal.

 

“Quem fechou o comércio e obrigou o pessoal a ficar em casa não foi eu. Tenho poder para numa canetada fazer o lockdown no país todo. Mas isso não será feito. Nosso Exército não vai para rua para obrigar o povo a ficar em casa. Fique tranquilo. Quem está fazendo isso tudo são governadores e alguns prefeitos.”

Tags