image


Investigação

Pedido de CPI da Amazonas Energia 'dormita' na Câmara Municipal de Manaus

Presidente do Legislativo municipal, vereador David Reis (Avante), ignora aos questionamentos sobre a instalação da comissão
image Crédito: CMM
Há 1 semanas

Protocolizada há mais de dez dias na Câmara Municipal de Manaus (CMM), o requerimento que pede a instalação de uma CPI para investigar a Amazonas Energia dormita no Parlamento municipal à espera do aval da mesa diretora para que possa ser instalada. O documento recebeu 20 assinaturas, seis a mais que o necessário.

O Portal de Norte de Notícias apurou que o requerimento está na Divisão de Apoio ao Plenário (Diap) aguardando a inclusão na ordem do dia.

Procurado pela reportagem, o autor do pedido, o vereador Rodrigo Guedes (PSC), informou que nesta quarta-feira, 3, vai cobrar a instalação da CPI na tribuna.

“Agora é a hora de começar a cobrar. Eu, particularmente, dei alguns dias de razoabilidade, de pelo menos uma semana, agora já está no prazo para eles apresentarem uma resposta”, adiantou.

A reportagem também procurou o presidente da CMM, o vereador David Reis (Avante), para saber quando a Comissão Parlamentar de Inquérito será instalada. Mas ele não respondeu às mensagens enviadas via aplicativo de conversa.

CPI

O pedido de instalação da CPI para investigar a Amazonas Energia na Câmara Municipal de Manaus foi protocolada pelo vereador Rodrigo Guedes (PSC) na quinta-feira, 18. Ao todo, 21 vereadores assinaram o requerimento. Mas, quatro dias depois, o vereador Raulzinho (PSDB) retirnou sua assinatura.

Guedes defende uma rigorosa investigação da concessionária por conta da insistente desobediência da empresa em cortar o fornecimento de energia de consumidores residenciais inadimplentes neste período de pandemia.

Em nota, a Amazonas Energia ressalta que não estão sendo realizados cortes no fornecimento de energia por inadimplência em unidades consumidoras residenciais.