image


Acolhida

Venezuelanos atingidos por enxurrada vão para apartamentos da Vila Olímpica

Cômodos destinados aos atletas estão vazios por conta da pandemia e servirão de abrigo aos imigrantes
image Crédito: Mauro Neto / FAAR
Fonte: Anilton Jr - Há 4 dias

Os imigrantes venezuelanos atingidos pela enxurrada que ocorreu após a forte chuva que caiu na cidade de Manaus, nesta segunda-feira, 3, foram realocados em apartamentos da Vila Olímpica de Manaus, no bairro Dom Pedro, Zona Centro-Oeste da capital.

Ao todo, 96 venezuelanos foram atingidos, mas somente 89 ficaram no hotel do centro esportivo. As outras sete pessoas informaram ao Governo do Amazonas que tinham outra localidade disponível para morar temporariamente.

O governo afirmou que todos os imigrantes foram testados contra a Covid-19. Nenhum teste positivo foi registrado.

Enquanto se hospedam na Vila Olímpica, os 89 venezuelanos estão em processo de transição para outros estados, conforme estabelece a “Operação Acolhida”, do governo federal. A Fundação Amazonas de Alto Rendimento (FAAR) informou que 25 deles já viajam nesta terça-feira, 4, para outras regiões do Brasil.

O pedido para que os imigrantes fossem acolhidos após a enxurrada partiu do Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR). Além da FAAR, a ação contou com o apoio da Secretaria de Estado da Assistência Social (Seas).

A FAAR informa, ainda, que estará recebendo doações de todos as pessoas que quiserem ajudar com roupas, calçados, mantimentos e materiais de cama e banho. As doações serão recebidas na sede da Vila Olímpica, a partir desta terça-feira, 4, até sexta-feira (07/05), período previsto para a permanência dos acolhidos no local, em horário comercial, respeitando todas as medidas de segurança contra a Covid-19.

Com informações da assessoria*

Tags