image


image

Valéria Costa

Jornalista e colunista

Coluna Ponto e Vírgula

A história do Brasil ao vivo e sem filtro

30/08/2021
image 30/08/2021

Semana quente

A semana no Brasil começa quente, movimentada e muito atribulada com tensões no Congresso, no Planalto e com estilhaços na economia. Empresários ensaiam uma rebelião com a política econômica e o anúncio de um manifesto em que pede a pacificação entre os três poderes.

Reação

Este manifesto, no entanto, somente vai ser divulgado oficialmente após o feriado de 7 de Setembro, depois de uma intervenção do presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL).

Pautas delicadas

No meio disso tudo, a semana ainda tem uma pauta mais quente ainda e que mexe com os ânimos e opiniões do governo federal: o depoimento do motoboy Ivanildo Gonçalves da Silva, na CPI da Pandemia, nesta terça, 31, e o julgamento do marco temporal pelo STF, agendado para a próxima quarta, 1º.

Protestos

Se não bastasse tudo isso, ainda tem os “preparativos” dos atos de 7 de Setembro, planejados por bolsonaristas de Norte a Sul do país e que tem deixado o cenário político-social-econômico preocupado com o que pode acontecer. Ou não acontecer!

***

Impasse

Na semana passada a Coluna recebeu a informação de que o deputado Tony Medeiros (PSD) deve ser alçado a novo líder do governo Wilson Lima (PSC) na Assembleia Legislativa. Mas, uma contrainformação garante que a vaga vai ser ocupada por Felipe Souza (Patriota), uma forma de o governador agradar aos aliados bolsonaristas. As apostas estão na mesa.

***

Persona non grata

O ex-deputado estadual e atual subscretário municipal de Esporte e Lazer dentro da Secretaria Municipal da Mulher, Platiny Soares, ainda nem foi nomeado oficialmente como secretário da pasta de Esporte e Lazer, que o prefeito David Almeida (Avante) planeja recriar, mas já está sendo fritado pelos vereadores da base governista. Até de incompetente já foi chamado.

Promessa é dívida

Platiny tem a palavra de Almeida que vai gerenciar a secretaria, quando ela for recriada oficialmente e, isso deve ficar para 2022. Mas, com toda essa pressão de aliados, será que ele aguenta até lá e o prefeito consegue cumprir a promessa?

***

Balão de ensaio

A polarização no Brasil para a presidência da República é uma realidade, mas partidos mais ao centro buscam formas de dar opções ao eleitorado. Nesse projeto está o senador por Sergipe, Alessandro Vieira, do Cidadania, que nesta segunda-feira, 30, anunciou sua pré-candidatura.

***

Quem te viu e quem te vê

Nessa vibe também está o PSDB, que define em novembro quem será seu candidato a presidente da República. A questão é que internamente ainda não há um favorito. E pensar que um dia o PSDB foi o fiel da balança das eleições presidenciais de outrora. 

image