image


image

Valéria Costa

Jornalista e colunista

Coluna Ponto e Vírgula

A pandemia da Covid e a sociedade brasileira

29/04/2021
image 29/04/2021

Tragédia secular

O Brasil bateu a marca de 400 mil mortes pela Covid nesta quinta, quase 14 meses após o início da pandemia sanitária no país. O número assusta, atormenta, mas revela um cenário cruel e maléfico de uma inexistência de respostas e ações rápidas, onde todos têm culpa por este número tão perturbante.

Leniência

Desses 400 mil mortos, 100 mil morreram num curto intervalo de 36 dias, o que se torna mais estarrecedor por mostrar que, mesmo diante do pior cenário que o país enfrenta com o avanço e letalidade do vírus desde o ano passado, nada de mais urgente foi feito para frear essa tragédia.

Pouco caso

Mesmo com a Covid assombrando o país e trazendo incertezas para o futuro, o que se vê no meio disso tudo são brigas políticas entre as autoridades que deveriam apresentar soluções urgentes e birras infantis e egoístas de pessoas que insistem em torcer o nariz para a realidade e fomentar tudo o que promove o avanço do vírus.

Vontade política

Enquanto isso, uma CPI se propõe a investigar os fatos que acontecem na frente de todos, mas sob a égide da política partidária. Esse seria o momento de ouro para os agentes políticos fazerem a diferença na “virada da chave”.

***

Articulação 2022

Presidenciável, Lula inicia em maio uma série de reuniões e viagens políticas para articular apoio ao projeto do PT em 2022. Mas, neste momento, o Amazonas não está em seus planos, segundo apurado pela Coluna.

Prestígio

Durante toda a era “lulista”, o ex-presidente recebeu grande apoio de políticos do Amazonas e era figura certa em eventos de envergadura no Estado. Seus oito anos de mandato coincidiram com o período de gestão do ex-governador Eduardo Braga, do MDB.

***

Holofotes

E falando em MDB, o partido aproveita a CPI da Pandemia para resgatar e trazer à luz seus medalhões políticos no Congresso Nacional, a exemplo de Renan Calheiros (AL), que teve aval até do STF para se manter na relatoria da comissão. Nesse mesmo bojo, também ganha mais notoriedade Eduardo Braga.

Cunha 'reaparece'

Outro emedebista que ressurge no noticiário é o ex-deputado Eduardo Cunha (RJ), que nesta semana conseguiu autorização da Justiça para retirar a tornozeleira eletrônica, embora continue em prisão domiciliar por conta de outra condenação judicial. 

***

Patrimônio

Após 144 anos de sua inauguração, a Catedral Metropolitana de Manaus se tornou Patrimônio Cultural de Natureza Imaterial de Manaus. A lei municipal 2.741 foi publicada no Diário Oficial do Município desta quarta-feira, 28.

***

Primo desprezado

Não adianta. O Ministério da Economia, leia-se Paulo Guedes, não gosta do Amazonas e nem da possibilidade de seu desenvolvimento econômico. E a mais nova ação mostra isso, quando enviou um emissário para retirar da pauta do CAS projeto de expansão da LG na Zona Franca.

Atitude, já!

A atitude revoltou políticos e empresários. Mas só revolta não defende a vítima do lobo. Falácias e discursos caem muito bem no parlatório e, só. Os ataques ao Amazonas há muito se tornaram lugar-comum e, se nenhuma ação concreta e imediata for feita, adeus!

***

Discurso 'bonito'

Os deputados estaduais querem, agora, visitar os municípios amazonenses alagados com o fenômeno da cheia, numa espécie de comitiva com a Defesa Civil. Eles querem avaliar in loco a situação alarmante que os munícipes enfrentam. Situação que acontece todos os anos.