image


image

Valéria Costa

Jornalista e colunista

Coluna Ponto e Vírgula

Disputa em Coari vai além da política

28/04/2021
image 28/04/2021

Fogo no parquinho

Com a decisão monocrática do ministro Tarcísio Vieira, do TSE, que negou recurso eleitoral do prefeito cassado de Coari, Adail Filho (PP), a disputa pela prefeitura vai ganhar novo capítulo nos próximos dias.

Gestão precária

A família Pinheiro deve ir até o Supremo para tentar reverter a decisão, mas enquanto isso não acontece, a cidade mais rica do interior do Amazonas precisa de um gestor ratificado pelo voto popular.  Há 4 meses, a cidade é administrada interinamente pela presidente da Câmara, Dulce Menezes (MDB), tia de Adail.

Campanha

A disputa pelo cargo promete ser acirrada e o empresário Robson Tiradentes, principal adversário de Adail e responsável pela ação que cassou seu registro de candidatura e impediu sua posse, já prepara a campanha eleitoral.

Orçamento milionário

Não é de hoje que Coari é cobiçada. Sede de um distrito petrolífero próspero, somente os royalties do petróleo garantem transferências milionárias ao município mensalmente. Conforme o Portal da Transparência do governo federal, neste primeiro quadrimestre do ano já foram transferidos R$ 39,6 milhões somente em royalties.

***

A novela 'vacina'

Suspensa pela segunda vez desde que iniciou a campanha de imunização contra a Covid há três meses em Manaus, a vacinação contra o vírus está se tornando um dramalhão mexicano, não só na capital, mas em todo o país.

Parada técnica

A imunização se arrasta e com essa "parada técnica", que deve durar pelo menos duas semanas, está cada vez mais longe uma vacinação em massa como os próprios políticos vêm defendendo diuturnamente.

***

Anvisa tem que explicar

O deputado José Ricardo, do PT-AM, enviou ofício à CPI da Pandemia no Senado para que convoque a Anvisa e o representante da vacina Sputnik V para esclarecer sobre a recusa da importação do imunizante. 

***

Previdência

Em votação urgente, os vereadores de Manaus aprovaram, nesta quarta, projeto do Executivo que aumenta a alíquota da contribuição previdenciária por parte dos servidores dos atuais 11% para 14%, para que o Município se enquadre em lei federal e não correr o risco de perder o Certificado de Regularidade Previdenciária, que vence na segunda-feira, dia 3 de maio.

***

Bueiro

Projeto que tramita na CMM é no mínimo inusitado: cria o “bueiro inteligente” em Manaus para prevenção às enchentes, na forma de uma caixa coletora de material termoplástico. Será se vai vingar?

***

Tem que provar

O procurador federal Walter Claudius Rothenburg defende no TRF que o presidente Bolsonaro tem que apresentar provas de que houve fraude nas eleições 2018, como ele mesmo afirmou em viagem aos Estados Unidos no ano passado. A ação é movida pela Associação Livres.