image


image

Valéria Costa

Jornalista e colunista

Coluna Ponto e Vírgula

PF promete encurralar empresários que praticam crime ambiental

06/04/2021
image 06/04/2021

Mais rigor

Ainda neste semestre, a Polícia Federal do Amazonas deve inaugurar uma base operacional do Grupo de Investigações Ambientais Sensíveis (Giase) no distrito de Santo Antônio do Matupi, no município de Manicoré, Sul do Estado.

Crimes ambientais

A proposta deste novo grupo de investigação da PF é atacar e desmantelar organizações criminosas que atuam na exploração ilegal de madeiras e crimes ambientais em geral, nesta região do Amazonas.

Investigação

O Giase será dividido em duas vertentes: a base operacional em Matupi e a base de inteligência, na sede em Manaus. O grupo vai ser composto por agentes recrutados em diversas unidades da Polícia Federal de todo o país e com conhecimentos técnicos e tecnológicos diversificados para investigações sigilosas.

Criminosos na mira

A Coluna apurou que as investigações serão bem amplas, inclusive abrangendo organizações com ramificações internacionais que atuam no Amazonas.

***

Bons ventos

Indicadores de janeiro deste ano da Suframa apontam que o Polo Industrial de Manaus obteve um faturamento histórico para o período: R$ 10,2 bilhões e um crescimento de 13,71% em relação a igual mês de 2020.

Esperança

O crescimento aponta uma fagulha de esperança num momento em que o Amazonas tenta se recuperar e se levantar da crise econômica intensificada pela pandemia da Covid-19.

Crescimento

O setor de eletroeletrônicos foi um dos que puxou este crescimento, com um faturamento de R$ 2,3 bilhões e os microcomputadores portáteis foram os produtos mais fabricados neste período.

Emprego

Além de um faturamento considerável, o Polo também contabilizou em janeiro 100 mil trabalhadores entre efetivos, temporários e terceirizados.

***

Segurança municipal

A guarda municipal armada voltou à baila nesta terça, após tiroteio dentro de uma unidade de saúde. Vereadores defendem maior protagonismo destes agentes de segurança municipal.

Guarda armada

O fato é que uma das propostas de campanha de David Almeida (Avante), na eleição municipal, ainda vai demorar a sair do papel. O Executivo não fechou o projeto de lei a ser enviado à Câmara de Manaus em que torna lei o armamento dos guardas municipais.

Ativa

Atualmente, a Prefeitura de Manaus conta com um efetivo de 427 guardas ativos que fazem o patrulhamento da cidade e zelam pela segurança dos prédios públicos municipais.

***

Responsabilidade

Depois de muitas especulações, o governador Wilson Lima (PSC) confirmou a nomeação do servidor público João Rufino Júnior para dirigir a Arsepam, órgão que terá protagonismo na regulação da nova lei do gás natural. Vamos acompanhar!