image


image

Valéria Costa

Jornalista e colunista

Coluna Ponto e Vírgula

Golpe, movimento, pandemia, crise: o Brasil mergulhado no caos

31/03/2021
image 31/03/2021

Ironia ou coincidência?

No dia em que o país relembra os 57 anos do golpe militar de 64, o novo ministro da Defesa, general Braga Netto, estreia a função com uma nota enaltecendo a data e reforçando o discurso que o governo faz há 3 anos: de que foi um “movimento” e não “golpe”.

Foi golpe, sim

Para o senador Omar Aziz (PSD-AM), foi golpe, sim, que durou mais de 20 anos, com medidas “terríveis” para a democracia, como o AI5 e, ao final, os militares entregaram o país quebrado com inflação de 360% ao ano.

Hashtag

Por ocasião dessa data, a tag #DitaduraNuncaMais foi uma das mais comentadas no Twitter nesta quarta. Anônimos, famosos, políticos e internautas emitiram suas opiniões sobre o tema.

Democracia

Os deputados federais José Ricardo (PT-AM) e Marcelo Ramos (PL-AM) também usaram a plataforma para defender a democracia e criticar um ensaio sutil de golpe que se planejava no Palácio do Planalto. “É um governo contra o povo contra a humanidade”, assinalou Zé Ricardo.

Patente

Omar vai mais além. Ele chama a atenção que Bolsonaro, mesmo se patrocinar um golpe no país, não poderá ser presidente como capitão da reserva do Exército. “Teria que ser general!”. 

No sense

Golpe ou movimento não tem o que se celebrar nesta data, que remete a um dos períodos mais sombrios da história contemporânea do Brasil, ainda mais num momento em que o país passa por outra grande crise: a da pandemia da Covid que num único dia matou 3,7 mil brasileiros.

***

Feriadão

Prefeitura de Manaus e governo do Amazonas decretaram ponto facultativo nas repartições públicas nesta quinta-feira, 1º, por conta do feriado religioso da Sexta-Feira Santa.

***

'Folgas' suspensas

E por falar em feriados, lei municipal em Manaus suspende todos os feriados e pontos facultativos da capital após a revogação do estado de calamidade pública. A medida está no Diário Oficial.

***

Sermão

Ao anunciar o retorno de bares na modalidade restaurante com funcionamento até às 23h a partir da próxima semana, o governador Wilson Lima (PSC) mandou um recado à população: “não é pra fazer festa”.

Terceira onda

O governo está ciente, mesmo cedendo a cada decreto, do risco real de uma terceira onda da Covid no Estado e pede cautela e responsabilidade da população, para que decisões não sejam retroagidas e novas restrições mais rígidas sejam impostas.

***

Auxílio Empreendedor

Depois de famílias em risco social serem contempladas com o Auxílio Manauara, agora será a vez de 6 mil trabalhadores informais cadastrados na prefeitura a receber uma ajuda financeira, em parcela única de R$ 300.

***

Liderança

Com o fortalecimento da base governista na Assembleia Legislativa do Amazonas, a nova cobiça, agora, é em torno da liderança de Wilson Lima na casa. A licença-maternidade de Joana Darc (PL) está favorecendo para que aspirantes disputem a vaga.